Oração de São Cipriano das horas abertas

 

São Cipriano

ORAÇÃO DAS HORAS ABERTAS, DE SÃO CIPRIANO

Oração que se lê ao enfermo para se saber se a doença que o
aflige é natural ou sobrenatural

 

Esta oração diz-se em latim, para que o enfermo não possa usar de impostura, pois assim, sem entender o que é dito na oração não enganará o religioso, ficando quieto ou se movendo. Uma oração em português, seguida a esta, serve para o mesmo fim.

 

 

Para o meio-dia

 

Ó Virgem dos céus sagrados

Mãe do nosso Redentor

Que entre as mulheres tens a palma,

Trazei alegria à minha alma

Que geme cheia de dor;

E vem depor nos meus lábios

Palavras de puro amor.

Em nome de Deus dos mundos

E, também do Filho amado

Onde existe o sumo bem,

Seja para sempre louvado

nesta hora bendita.

Amém.

 

 

Para as Trindades

 

A Santíssima Trindade

Me acompanhe toda a vida,

sempre ela me dê guarida,

De mim tenha piedade;

O Pai eterno me ajude,

O filho a bênção me lance,

O Espírito Santo me alcance

Protecção, honra e virtude;

Nunca a soberba me inveje,

Em vez do mal faça o bem,

A Santíssima Trindade,

Me acompanhe sempre.

Amém.

 

 

Para a Meia-Noite

 

Ó anjo da minha guarda,

Nesta hora de terror,

Me livre das más visões

Do diabo aterrador;

Deus me ponha a alma em guarda

Dos perigos da tentação,

De mim aparte os meus sonhos

E opressões do coração:

Ó anjo da minha guarda,

Por mim pede à Virgem-Mãe

Que me preserve dos perigos

Enquanto foi vivo.

Amém.

 

 

Havendo sinais de que a causa da doença é demónio ou alma penada, o religioso deverá dizer a ladainha em latim. No fim da ladainha, ponha-lhe o “preceito ao demónio para que não mortifiquem o enfermo enquanto esconjura”.

 

"Praecipitur in Nomine Jesus, ul desinat nocere aegroto, staim cesse delirium et illuo ordinate discurrat. Si cadat, ut mortuus, et sine mora surget ad praeceptu Exorcistae factu in Nomine Jesus. Si aliqua parte corporis si dolor, vel tumor, at ad signo Crucis, vel imposito praecepto in Nomine Jesus. Quando Sacramenta. Reliquias, et res sase praecitite dure. Quando imaginationi, se presentate res inhonestae contra Imagines Christi, et Sanctorum, et si eodem tempre sentiant in capite, ut plumbum ut aquam frigidam vel ferrum ignitem, et hoc fugit ad signum Crucis vel invocato Nomine Jesus. Quando Sacramenta, Reliquias, et res sacros odit; quando, nulla praecendente tribulatione desderat se dilacerat. Quando subito patenti lumen aufertur et subito restitur; quando diurno tempore nihil vidit, et nocturno bene vidit et sine luce lugit epistolam; si subito siat surdus, te postea bene vidit et sine luce lugit epistolam; si subito siat surdus, te postea bene audiat, non solum materialia sed spiritualis. Si per septem, vel novem dies nishil, vel parum comedens tortis est pinguis sicuto antea. Si loquitur de Mysteris ultra capacitatem quando non custat de illus sanctitate. Quando ventus vehemens discurrit per totum corpus ad mudum formicarum; quando elevatur corpus contra volutatem patienves, e non apparet a quolevetur. Clamores, scissio tiumtes, arrotationes dentium, quando patiens non est stultus; vel quando homo natura debilis non potest teneri a multis. Quando habet linguam tumidam et nigram, quando guttur instatur, quando audiuntur rugitus ovium, latratus, canum, porcorum grumitus, et similium. Si varie pareter naturam vident, et audiunt, si homines maximo odio perseuntur; si praecipitis se exponunt si oculus horribles habent, remanent sensibus destitui. Quando corpus tali pondere assicitur, ut a multis hominibus elevaret non benedictit, quando ab Eclesias fugit, et aquam benedictam non consetit; quando iratos se ostendunt contra ministros superdonentes Reliquias capit et occulte. Quando imagines Christi, et Virginis Mariae nonlut inspecere sede conspaunt, quando verba sacra nolunt proferre, vel si proferant, ila corrumpunt et balba, cientes sudent proferre. Cum superposita capiti manu sacra ad lectionem Evangeliorum conturbatur agrotus, cum plusquam solitum palpiverit sensus occupantur, gattae sudoris destuumt, anvietates sentit; stridores usque ad Caelum mittit, ser posternit, vel similia facit. Amém."

 

(Fonte: Oração extraída do Livro de São Cipriano)

 

Tópico: Oração de São Cipriano das horas abertas

amante voltar

Data: 18/12/2013 | De: mesg

não deu certo dessa vez sao cipriano não teve foeças para traze.lo.pedir pra ele voltar louco de amor e ciumemque podia ate me da ums tapinhas..li editei tive fé e naõ deu...

amor inpossivel

Data: 13/10/2013 | De: celia

Acredito em sao cipriano eu simto a sua energia

Novo comentário